Casa de chá - Areia Larga - Pico - Açores

Mar 2009

(Maqueta)

(Maqueta)

Teatro da Rainha

Mai 2009

Montagem com 3D

Montagem com 3D

Teatro Municipal das Lajes do Pico

Mai 2009

Escola Secundária de Moura

Set 2010

Maqueta à escala 1:50

Maqueta à escala 1:50

Maqueta à escala 1:50

Maqueta à escala 1:50

Maqueta à escala 1:50

Maqueta à escala 1:50

Maqueta à escala 1:50

Maqueta à escala 1:50

Teatro da Caixa Preta

Ago 2011

A interpretação do sítio, a concepção do projecto, dependem da formação individual do autor, das suas experiências, trajecto profissional, da manutenção da exigência e paixão da primeira hora.

Este lugar inóspito, vazio de emoção e de urbanidade, carece de uma intervenção forte e ao mesmo tempo simples, capaz de cerzir o tecido edificado.

A localização permite conferir a este novo equipamento o papel central no conjunto de equipamentos culturais e desportivos já existentes, reassumindo o papel histórico dos edifícios teatrais na organização das cidades e na criação de novas centralidades.

A permanência de uma companhia, disponibiliza a vivência do espaço teatral e das suas envolventes durante o horário nocturno e diurno, constituindo-se assim como um edifício âncora para esta área de expansão urbana.

A proposta apresentada corresponde a uma forma de interpretar a realidade e tenta reflectir a paixão e/ou o desafio que o local proporciona.

A uma arquitectura fragmentada, dissonante, excessivamente decorativa, opõe-se agora um edifício cego, objectual, suportado numa imensa barreira verde que o amplia e lhe permite estabelecer-se como contraponto aos silos um pouco mais adiante, que lhe confere o papel de conexão entre as diferentes cotas e morfologias.

A projectação de um edifício para se constituir como um exercício de arquitectura atende ao sítio, ao programa, ao cliente ou promotor e deverá ser irrepetível, capaz de acrescentar emoção ao lugar, de se constituir como uma mais-valia.

Responder ao desafio de transformar aquele sítio num lugar, de criar com baixo orçamento um espaço inspirador, ambiciosamente flexível, de ser arquitectura e não um mero guião construtivo, é razão suficiente pela qual nos batemos e tentamos superar.

Ter o privilégio de colaborar com resistentes de uma prática teatral erudita, crítica e formativa, experimental e aberta a toda a gente, responsabiliza e liberta-nos para a sua concretização.

Urbanização da Junqueira

Abr 2010

Loteamento - Habitação
Em Reguengos de Monsaraz

Habitação Familiar - Quelfes

Jan 2014

Reabilitação e Ampliação de Edifício Existente

A habitação existente utiliza um projeto tipo, que pretende ser tradicional, abandonado sobre o terreno e fechado a ele.
Dado o terreno ter alguma dimensão, a ampliação e a reorganização dali resultante, são desenhadas para conferir uma maior ligação para o exterior e potenciar o domínio de todo o território; a propósito da construção da piscina, o conjunto organiza-se em torno daquele elemento, constituindo um pátio abrigado dos olhares exteriores. 

A habitação, agora em L, é quase na sua totalidade ao nível do r/chão. Neste piso é criada uma nova entrada junto às escadas e refeita a sala através da demolição da parede nascente. São criados novos espaços de estar em dois níveis, uma instalação sanitária e um quarto.
Este corpo novo que remata contra o terreno através de muro de suporte, criado para abrigar a zona da piscina e separá-la do resto do terreno à cota superior, permite através do pátio de serviços (lavandaria e arrumos) a ligação entre as áreas nascente e poente do terreno e assume-se como fundamental para organizar espaços de características mais agrícolas ou mais íntimos, de acesso automóvel ou de jardim; permite também que o piso superior seja aumentado, criando uma nova zona de vestir e um acesso franco ao novo terraço.
Esta ampliação tipologicamente diferente da inicial, determina a obrigatoriedade de transformação da construção existente; essa exigência é satisfeita, quer pela criação de uma “nova pele” em estrutura ligeira, que permitirá esconder o beirado e ao mesmo tempo qualificar o comportamento térmico do edifício, quer pela substituição dos alpendres em telha pela ampliação do terraço e pela sua ligação à cota inferior através de escada, característica da região.

Antigas Casas da Torre

Jan 2014

Turismo em Espaço Rural

Remate da zona construída de Torre de Coelheiros a Nordeste, o terreno concentra a mancha edificada em cerca de metade do lote, contígua à rua e à zona de cota mais alta. A transformação para unidade de turismo rural é relativamente simples, pois é aproveitada a tipologia existente, com alterações de carácter pontual e essencialmente concentradas na demolição de alguns anexos construídos num passado mais recente, que retiram a clareza e perturbam a leitura do conjunto.
Organizaram-se seis unidades de alojamento de dimensão variável; quatro são do tipo T1, com sala equipada com kitchnette, quarto e instalação sanitária; uma adaptada para albergar pessoas com mobilidade condicionada, do tipo T0, com sala equipada com Kitchnette e alcova; finalmente uma, do tipo T2, dotada de dois quartos, duas instalações sanitárias e igualmente com sala equipada com kitchnette.
A necessidade de dotar estas unidades de infraestruturas compatíveis com o exigido e sem descaracterizar este específico conjunto, levou o projeto a considerar a adição de pequenos módulos construídos, apostos à fachada principal e com um acabamento diferente (ripas de madeira envernizada) e de cobertura plana, para uma leitura mais clara da intervenção que se propõe. 
Por exigência regulamentar e de qualidade de serviço é acrescentada mais uma construção na sucessão e alinhamento destas existentes, no limite Noroeste do lote, para instalação de serviços de apoio; cozinha, copa, sala de pequenos-almoços e instalações sanitárias, são organizadas nesta área que é também de confraternização e apoio à piscina.
No exterior e no limite Nordeste do terreno é reservado espaço para estacionamento de seis viaturas, sendo uma reservada a pessoas com mobilidade reduzida.

Convento de S. Francisco

Jan 2014

Projecto - Imagens Tridimensionais
Montemor-o-Novo

Piscinas do Porto Comprido

Jan 2014

Capelo - Açores

Arquivo

Nuno Ribeiro Lopes
Architects
Arquitectos